O ESCUTISMO EM TEMPO DE COVID-19


Sabemos que os agrupamentos estão capacitados para se irem adaptando à convivência com este vírus e saberão, em cada momento, definir as melhores medidas para a segurança dos nossos adultos, crianças e jovens. Tendo em conta o levantamento das restrições no dia 1 de outubro, aqui ficam as nossas regras de segurança a manter sempre:

· Uso de máscara em zonas fechadas como sedes ou em eventos com grandes aglomerados, até recomendação da sua retirada;

· Manter a regras de lavagem ou desinfeção das mãos com frequência;

· Manter o cuidado de rastreamento do estado de saúde dos nossos escuteiros.


Recomendações:

· Podem acontecer as atividades de Unidade, Agrupamento, Núcleo, Regionais e Nacionais, presenciais;

· Podem retirar as máscaras nas atividades de exterior, para todos os elementos;

· Permissão de acantonamentos, com distanciamento e utilizando espaços arejados;

· Permissão de acampamentos com tendas partilhadas, a lotação das tendas deve ser reduzida.

· Utilização das sedes sem limitação de lotação, com utilização de máscara.


PLANO DE DESCONFINAMENTO - ORIENTAÇÕES


O surgimento da pandemia do COVID-19 transportou-nos a todos para uma súbita e inédita nova realidade. De repente ficámos condicionados e confinados para nos protegermos a todos, e à nossa sociedade e organizações. Para nós, Escuteiros, a mudança foi abrupta, colocando-nos perante o desafio de mantermos a nossa missão sob novas e desafiantes circunstâncias.

Passada esta primeira fase da pandemia, e ainda em dias de incerteza face ao futuro, somos mais uma vez desafiados a juntos - sempre juntos - iniciarmos uma jornada de regresso até à nossa primeira atividade presencial em tempos de COVID-19.

A nova realidade que se depara à nossa frente é o regresso gradual e cuidado à vida no nosso Agrupamento neste período de pandemia, procurando superar os problemas entretanto gerados.

Queremos por isso trilhar esta jornada juntos, com algumas orientações que te deixamos.

Iremos centrar o nosso FOCO no Agrupamento, Unidade, Patrulha. E a nossa atenção na PESSOA, no Chefe de Agrupamento, no Secretário, no Tesoureiro, no Chefe de Unidade, Instrutor, Guia.

Esta jornada está ainda repleta de incertezas, dependemos de informações oficiais permanentes, de avanços e recuos nas diretrizes gerais, e de toda uma realidade dinâmica e em permanente evolução.

Este documento com orientações será por isso uma ferramenta aberta e em permanente melhoria e evolução, procurando acompanhar as melhores e mais adequadas práticas e decisões legais, bem como aconselhamentos das entidades de saúde competentes.

Poderemos inclusivamente vir a ter de dar alguns passos atrás, antes de novos avanços, pelo que será fundamental este trabalho permanente de adaptação e melhoria, para que rapidamente voltemos a estar juntos e que tudo volte a ficar bem.

Chamamos a atenção para a necessidade de adaptar estas recomendações às condições e instruções oficiais a vigorar em cada local, as quais poderão divergir de localidade para localidade.

JORNADA DE REGRESSO

As próximas páginas procuram determinar orientações específicas para os órgãos e sub-estruturas do Agrupamento, num formato de checklist de ações/passos a dar futuramente.

Cada conjunto de ações reflete os cuidados principais que cada órgão / sub-estrutura deverá observar nesta fase, recomendando-se rever a checklist periodicamente, bem como as ações nela constantes.

Nota: Aquando a leitura destes documentos encontram-se subentendidas as nomenclaturas marítima e aérea. Da mesma forma, onde se lê Patrulha, deve-se ler Bando/Patrulha/Equipa e Tribo.